Como Funciona o Teste Psicotécnico do Detran? Entenda

Entenda o que é, e como funciona o teste psicotécnico do Detran. Saiba quem precisa fazer, o que cai no exame, dicas de como se preparar. Principais motivos de reprovação, o que fazer se for reprovado e muito mais.

como é o funcionamento do teste psicotécnico do detran

Saber e entender como funciona o teste psicotécnico do Detran é fundamental para você poder se sair muito bem durante um dos processos para tirar a carteira nacional de habilitação, o que acaba deixando muitas pessoas preocupadas com esse exame. Justamente por isso manter a calma nesse momento é essencial.

Pode até ser que em algum momento de sua vida você já tenha passado por esse teste que também ocorre em concursos públicos, em entrevistas de emprego, mas a grande verdade mesmo é que a grande maioria das pessoas jamais realizaram esse exame. E com isso elas não tem a mínima ideia de como ele funciona exatamente.


E para tirar a CNH como sabe, não é simplesmente fazer uma boa baliza na prova prática de direção, ou então acertar praticamente todas as perguntas da prova teórica. É necessário também passar pelo teste psicológico, por isso é necessário estar preparado para ele, afim de evitar uma possível reprovação.

Então, para que você não tenha mais dúvidas sobre como funciona o teste psicotécnico do Detran para tirar a carteira de habilitação, preparamos esse guia completo com dicas de como se preparar para passar no exame e muito mais.

O que é o teste psicológico do Detran?

O teste psicotécnico é a forma de avaliar a personalidade de uma ou de um grupo de pessoas, onde o mesmo é obrigatório por todos os Detrans de todos os estados brasileiros.


Com ele é possível avaliar qual é o nível das habilidades que um candidato a condutor tem, como por exemplo:

  • Tomada de decisões;
  • Comportamento;
  • Raciocínio lógico;
  • Processamento de informações;
  • Concentração;
  • Tomada de informações;
  • Memória.

Essa avaliação se faz extremamente necessária e importante, pois nela o candidato a futuro motorista irá se deparar com muitas situações ao dirigir no trânsito no dia a dia, onde as habilidades mencionadas serão exigidas frequentemente.

E não podemos deixar de ressaltar, que só quem pode aplicar o teste psicológico é o psicólogo do departamento de trânsito, pois como já dito no início é uma avaliação psicológica.

Saiba que todos os testes psicotécnicos realizados pelo Detran tem a obrigatoriedade de ser aprovado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP).

E conforme artigo 9º da Res. nº 425/12 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), são 03 resultados diferentes que uma pessoa que vai fazer o teste psicotécnico do Detran poderá obter, são eles:

  1. Apto: Isso significa que a pessoa tem um bom desempenho e possui condições de conduzir um veículo;
  2. Inapto: Isso quer dizer que a pessoa não teve um bom desempenho para obter a qualificação para dirigir;
  3. Inapto temporário: Isso significa que a pessoa não apresentou um bom desempenho para poder conduzir um veículo, mas é totalmente passível de se adequar.

Quem precisa fazer o teste psicotécnico do Detran?

Todas as pessoas que estão realizando o processo para poderem tirar a sua 1ª CNH necessitam fazer o exame psicotécnico, quem também teve a sua habilitação cassada também é obrigado a fazer o teste novamente.

Pois ela só irá conseguir começar o curso de reciclagem da CNH depois de ter sido aprovado (a) nos exames tanto psicológico quanto médico. E em casos de carteira de habilitação suspensa não existe a necessidade do teste.

Conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), todas as pessoas que são motoristas profissionais, como os motoristas de aplicativos, taxistas, motoristas de ônibus, de transporte de cargas e passageiros em geral, também são obrigados a realizar o exame psicotécnico toda vez que forem fazer a renovação de sua CNH.

Em suma, quem exerce algum tipo de atividade remunerada (EAR) usando veículos tem a necessidade de passar pela avaliação psicotécnica.

O que cai no exame psicotécnico do Detran?

Como já mencionado em um tópico anterior, o teste psicotécnico do Detran avalia por sua vez a personalidade do candidato que pretende tirar a sua carteira de habilitação, ele tem como objetivo evidenciar qual é o nível de habilidades que uma pessoa tem para poder se tornar um condutor.

Sendo assim, ele é composto por questões que estão diretamente ligadas ao raciocínio lógico. Como já citado também, questões ligadas a tomadas de decisão, capacidade de concentração, processamento de informações, comportamento e memória.

Durante o teste, o candidato também será avaliado quanto a sua capacidade de conseguir enxergar, ouvir, responder à estímulos e também ter capacidade de saber diferenciar cores.

Pois saiba que isso é extremamente importante enquanto dirige no trânsito. E vale ressaltar que no trânsito, o condutor irá se deparar com diversas situações estressantes, onde as mesmas podem até provocar o medo de dirigir, por isso o equilíbrio emocional é essencial para conseguir manter o controle no volante.

Como funciona o teste psicotécnico do Detran?

Agora que já sabe o que é, quem precisa fazer, o que cai no exame psicotécnico, chegou a hora de saber como o teste funciona, saiba que alguns desses exames podem ser até mesmo comparados com simples desenhos que fazíamos na escola, na infância.

Como por exemplo o grafismo, que na infância tem como objetivo ajudar a desenvolver a coordenação motora fina. Mesmo que as linhas não tivessem sentido algum aparentemente, elas auxiliavam com a grafia e também com a expressão de muitos sentimentos.

Enquanto na fase adulta de nossas vidas, o grafismo apresenta os indicadores de nossa personalidade, e também de como é o nosso comportamento, e por esse motivo existem diversos tipos de testes psicotécnicos, mas com finalidades diferentes. Exames podem envolver também figuras geométricas, estímulos sonoros e visuais ao mesmo tempo.

E com a soma de todos esses elementos que os avaliadores obtiveram com os testes e exames realizados, eles conseguem examinar muitos aspectos como a percepção, noção de espaço, coordenação motora, qual é o nível de atenção da pessoa, sua capacidade de observação e noção de proporções.

Os psicotécnicos são realizados na sede do Detran de cada estado, e nas cidades onde o órgão de trânsito está presente, e existem também clínicas médicas devidamente regularizadas pelo órgão que realizam o exame dos candidatos a tirar a CNH.

Assim sendo, o psicólogo e o médico irão avaliar quais são as condições mentais e físicas do candidato para saber se ele tem condições de dirigir um veículo automotor, podendo ser ele de diversas categorias. Como por exemplo: categoria B para carros, ou categoria A para motocicletas.

Principais motivos e causas de reprovação no teste:

Tenha em mente que se você for reprovado no exame, isso não significa que você não é apto à dirigir um veículo, mas simplesmente no momento da realização dele não conseguiu apresentar as suas habilidades, que como sabe são exigidas para você poder conduzir um veículo automotor.

Sendo assim o principal motivo e causa de reprovação no teste é mesmo o nervosismo. Por isso, algumas dicas simples são essenciais para evitar que fique nervoso no dia da prova, como por exemplo:

  • Procure se alimentar bem no dia anterior;
  • Tente ter uma boa noite de sono;
  • Esqueça o celular no momento da prova;
  • Tire todas as dúvidas que tiver com o avaliador responsável antes do teste iniciar;
  • Saia de casa mais cedo e chegue com antecedência ao local, evite atrasos;
  • Não use roupas desconfortáveis no qual não está acostumado a usar, use as roupas do seu dia a dia para se sentir bem.