Quais São os Elementos Básicos da Direção Defensiva? Conheça

Saiba quais são os elementos essenciais da direção defensiva e torne-se um motorista mais seguro e consciente. Entenda o que é a direção defensiva, perfil do condutor, benefícios da prática e mais. aprimore suas habilidades na direção.

elementos básicos da direção defensiva

Conhecer quais são os elementos básicos da direção defensiva é a melhor forma de poder garantir que ao conduzir um veículo você estará cheio de conhecimento, onde o mesmo poderá então garantir sempre da sua parte uma atitude bem mais efetiva e rápida caso ocorram imprevistos em seu trajeto.

Esses elementos são mais que essenciais para um trânsito mais seguro, e com certeza ajuda a diminuir o número de acidentes que ocorrem diariamente em todo o país.


Saber mais sobre esse conjunto de métodos e técnicas de direção preventiva é de extrema importância, ainda mais que o número de veículos transitando tanto nas ruas da cidade, quanto nas estradas só aumentam.

Então, como esse é um tema bastante importante, resolvemos escrever esse artigo para falar tudo sobre quais são os principais elementos da direção defensiva, o que é, benefícios em praticar e mais. Pois transformar o trânsito em local muito mais seguro é essencial para todos, tanto para os motoristas, quanto pros pedestres.

O que é a direção defensiva?

É necessário conhecer o conceito de direção defensiva e a importância de praticá-la mesmo o termo ser bastante conhecido, visto que se fala muito sobre ao longo das aulas de direção, e é pouco usada pelos condutores.


De forma simples, a direção defensiva é o conjunto de medidas e condutas adotadas pelos motoristas que tem como objetivo principal reduzir os riscos de acidentes no trânsito.

Ou seja, é dirigir de forma responsável e cautelosa, prevendo situações de perigo e garantindo a segurança própria e dos demais, afinal no trânsito não existe individualidade.

Para se entender um pouco mais, usemos o seguinte exemplo: quando você está em uma avenida e nota que o sinal está prestes a fechar, o correto é parar o carro ao invés de acelerar e tentar ultrapassar o sinal a tempo.

Apesar de óbvio, a maioria dos motoristas insistem em “furar” o sinal vermelho, sem analisar o risco de que um outro carro esteja vindo em sua preferencial, e possa provocar um acidente.

Contrariando o que muitos pensam, a direção defensiva não está relacionada a grandes habilidades de conduzir um veículo. Na verdade, são ações simples como, por exemplo, reduzir a velocidade em um dia de chuva.

Qual o perfil do motorista defensivo?

Podemos definir o condutor defensivo como aquele que adota procedimentos preventivos no trânsito, ou seja, aquele que dirige com cautela, prudência e respeito aos demais condutores e pedestres.

O condutor defensivo costuma ser pacífico, consciente e pensa na coletividade, evita brigas e discussões no trânsito, e busca sempre dirigir com tranquilidade e sem praticar manobras que possam colocar em risco a sua vida e vida dos demais.

Quais são os elementos básicos da direção defensiva?

Analisando as informações compiladas acima, fica fácil compreender a importância de adotar a direção defensiva, e como ela pode beneficiar todos que fazem uso das vias públicas, tanto motoristas, quanto pedestres e ciclistas.

Por isso é dever de todos zelar e colaborar com o bem estar de todos no trânsito, e a direção defensiva é a ferramenta certa para isso. E para ajudar você, existem alguns elementos básicos que norteiam a população. Saiba quais são eles:

Conhecimento:

Este é o primeiro elemento da direção defensiva, o conhecimento aqui está relacionado a conhecer questões técnicas, ou seja, as questões que possam interferir na condução de um veículo.

Por exemplo, para se dirigir com segurança é necessário conhecer a legislação de trânsito brasileira, conhecer como funciona o veículo, ou seja, entender um pouco sobre o funcionamento do motor, freios e luzes.

Atenção:

O segundo pilar da direção defensiva, e talvez o mais importante, é a atenção, o ato de dirigir é algo que exige total atenção do condutor, afinal no trânsito é necessário ter consciência de tudo à nossa volta.

Então ao assumir a direção de um veículo, não é prudente dividir a atenção com outras tarefas, como atender o telefone, ou ficar configurando o rádio. O correto é manter os olhos e a atenção na estrada.

Habilidade:

Ter habilidade está relacionado com a capacidade de conduzir o veículo, geralmente, os motoristas adquirem essa característica com o passar do tempo. Afinal, ninguém dirige da mesma forma desde quando começou a dirigir pela primeira vez.

Em determinadas situações, por exemplo, como em uma frenagem mais brusca, ou em uma situação onde o motorista pode precisar agir com certa técnica para evitar um acidente, por exemplo, e salvar a própria vida e dos demais.

Previsão:

A previsão também é considerada um dos elementos importantes da direção defensiva, entende-se a previsão como a capacidade que o motorista tem de antecipar situações perigosas e de que forma agir para evitá-las.

Por exemplo, ao trafegar com o carro dentro do estacionamento de um shopping, deve-se “prever” o risco de que um pedestre surja entre os carros. Por isso é indicado conduzir o veículo em velocidade reduzida.

Decisão:

A decisão é o último elemento básico da direção defensiva, e significa saber como agir diante de situações adversas que possam ocorrer, nesse caso, é importante saber como reagir diante de uma situação de risco ou perigo.

A decisão certa pode ser crucial para impedir um acidente ou que este tenha vítimas graves e fatais. A junção desta com os demais elementos garante um motorista prudente e pronto para qualquer situação.

Benefícios de praticar a direção defensiva:

Com toda certeza o principal e mais importante benefício é garantir a segurança pessoal e dos demais no trânsito, mas há também ganhos econômicos para os que optam por dirigir com cautela.

Dirigir com cuidado pode garantir economia com o seguro do carro, afinal para as seguradoras o comportamento do motorista pode ser um fator determinante ao precificar o seguro, além do ano, modelo e condições do veículo.

No geral, as seguradoras trabalham com diferentes perfis de condutores, o seguro para mulheres acima de 25 anos, por exemplo, é mais barato porque se prevê que estas são mais cautelosas ao volante.

As empresas também realizam um levantamento do histórico do condutor, então motoristas que não se envolveram em acidentes durante o ano podem até conseguir descontos no valor das alíquotas.

Outro fator preponderante é que dirigir com segurança exige menos desgaste do veículo, ou seja, aumenta a vida útil das peças e evita visitas constantes ao mecânico.

Os pneus e freios, por exemplo, são os componentes mais beneficiados ao praticar a direção defensiva. Além disso, evitar custos com acidentes e batidas vai garantir melhores condições de uso do veículo.

Outro benefício está relacionado às multas de trânsito, pois estas são um reflexo de motoristas despreparados e imprudentes, visto que elas têm a função de penalizar e educar os condutores que praticaram alguma infração.

Ao dirigir de forma cautelosa, além de estar em dia com o Código de Trânsito, o motorista garante que não será autuado pelos agentes fiscalizadores e não precisará arcar com custos e perda de pontos em sua CNH.

Completando a lista de benefícios em praticar a direção defensiva temos a economia de gastos com o combustível, isso porque uma das premissas da direção defensiva é manter a velocidade permitida, sem ultrapassar o limite.

Isso gera economia, pois quando o motorista acelera ou freia bruscamente o motor queima uma quantidade maior de combustível. Por isso manter a velocidade constante irá garantir a saúde do motor e uso correto da gasolina ou álcool.

Após entender quais são os elementos básicos da direção defensiva listados neste artigo, fica nítida a importância de praticá-la, os elementos servem para garantir condutores mais atentos e prevenir acidentes e mortes no trânsito.

Ter prudência no trânsito traz benefícios, não somente aos motoristas, mas sim para toda a coletividade que faz uso das vias públicas diariamente. Adquirir esses hábitos é fácil, basta começar a colocá-los em prática.