Como Funciona o Rastreador Veicular? Guia Completo

Entenda o que é, como funciona, e para que serve um rastreador veicular. Saiba quais são as vantagens e as desvantagens de cada um dos diferentes tipos e mais.

como funciona o rastreador de veículos

Até algum tempo atrás esse componente de segurança era utilizado somente pelo setor de transporte de cargas, e também para aumentar a segurança de grandes frotas. Mas os rastreadores veiculares a cada dia que passa ganham mais importância, tornando-se um verdadeiro aliado na proteção de automóveis particulares. Mas será que você sabe como funciona o rastreador veicular?

Ele nada mais é que um sistema de monitoramento em tempo real, que por sua vez é habilitado por um software de computador onde o mesmo permite que o proprietário do carro consiga localiza-lo em qualquer lugar que ele estiver. O equipamento também armazena dados sobre quilometragem rodada em viagens, trajetos e muito mais.


E com a sua popularidade aumentando, os custos para a instalação do rastreador para veículos tende a baixar e crescer muito ainda, já que o equipamento também ajuda a baixar o valor do seguro automotivo.

Então, para saber tudo sobre como funciona o rastreador veicular, o que ele é, onde e como instalar, quanto custa em média, vale a pena, quais são os tipos, benefícios e mais, fique conosco até o fim dessa importante leitura.

O que é um rastreador veicular?

Resumidamente, um rastreador veicular trata-se de um simples aparelho que faz uso da tecnologia de localização, permitindo assim localizar um veículo, sendo ele um carro, uma moto, um ônibus, um caminhão através de sinais de geolocalização ou de sinais de radiofrequência.


O sinal envia as devidas coordenadas da localização (latitude e longitude) do veículo em tempo real para uma central de monitoramento, e também para tecnologias móveis como smartphones e notebooks conectados a internet.

O que acaba garantindo muito mais segurança, pois se o mesmo for roubado, o proprietário poderá descobrir para qual local o mesmo foi transportado.

Alguns modelos de rastreadores oferecem muitas outras funções e recursos, principalmente ligados à precisão da localização, possibilitando assim saber em tempo real a localização dele mesmo que ele esteja rodando, ou seja em movimento.

O dispositivo também fornece informações como o horário que o carro esteve em cada lugar, qual a velocidade média que ele trafegou e muito mais.

Por isso antes de fazer a instalação de um rastreador veicular é essencial se informar bem e descobrir todas as funcionalidades e recursos que o aparelho oferece. E se ele realmente atende as suas necessidades.

Como funciona o rastreador veicular?

Os rastreadores veiculares funcionam de 2 formas diferentes, uma delas é via satélite, e a outra é através da radiofrequência, os dispositivos via satélites nada mais são que os conhecidíssimos GPS, no qual muitos motoristas já fazem uso no dia a dia.

Vamos entender melhor o funcionamento dos dois:

Rastreador GPS:

Caso não saiba o GPS são pequenos aparelhos que conseguem facilmente se comunicar com uma grande rede de satélites que por sua vez estão dispersos na órbita da Terra.

Os mesmo então transmitem sinais pros aparelhos receptores instalados nos automóveis, que são os dispositivos de GPS/GPRS, que então respondem os sinais revelando a sua exata localização geográfica.

Os satélites contam com equipamentos de alta precisão, como por exemplo relógios atômicos, onde o mesmo consegue precisamente fazer a conferência do tempo que passou entre a emissão do sinal, até a chegada da resposta do aparelho GPS. Baseando-se nesse intervalo de tempo, calcula-se então com muita precisão a real localização do veículo.

Rastreador por radiofrequência:

Já o rastreador que utiliza a tecnologia da radiofrequência tem a transmissão de dados e informação através das ondas eletromagnéticas que por sua vez são captadas por antenas de rádio.

Saiba que o alcance dessas ondas é menor que do GPS, pois a radiofrequência depende de quanto as antenas são próximas, e se a área coberta e bastante vasta e ampla.

Aparelhos que usam a radiofrequência para se comunicar na grande maioria das vezes funcionam em locais onde o GPS muitas vezes não funciona, como por exemplo os túneis existentes nas grandes cidades.

Para que serve um rastreador veicular?

A principal função de um rastreador veicular é informar em tempo real e com exatidão a localização de qualquer que seja o tipo de veículo automotor, na verdade trata-se de uma função que atende a dois pontos, que são eles:

  1. O primeiro deles é a segurança, já que os sistemas conseguem fazer o armazenamento de informações do posicionamento do mesmo, sendo assim fica mais fácil rastrear o seu trajeto em caso de algum sinistro, como furto ou roubo.
  2. O segundo ponto é a sua eficiência, que com o auxílio do aparelho rastreador, é simples e possível estabelecer rotas muito mais rápidas para se locomover no trânsito das cidades. E se o componente estiver conectado a aplicativos que motoristas usam no trânsito como o Google Maps ou o Waze, o motorista conseguirá escapar de ruas e vias que estão congestionadas, ou que tenham algum acidente.

Saiba quais são as vantagens e desvantagens de cada tipo de rastreador:

Ambos os dois tipos tem suas vantagens e desvantagens, por isso antes de fazer a instalação do rastreador é importante que entenda quais são elas:

  • O rastreador tipo GPS que usa a tecnologia via satélite tem como a sua maior vantagem a cobertura que é muito mais abrangente, sem falar nas informações que também são muito mais precisas. No entanto como desvantagem o localizador pode deixar de funcionar em subsolos ou túneis, ou em lugares muito fechados;
  • A vantagem dos rastreadores do tipo radiofrequência são praticamente as mesmas oferecidas pelo via satélite, a cobertura e o acerto na transmissão das informações é excelente. Contando é claro que existam antenas próximas, e como sua desvantagem seria a falta de antenas, pois sem elas o sinal será perdido, podendo deixar o dono do carro na mão.

Principais vantagens do rastreador veicular:

Possuir um rastreador veicular instalado irá te oferecer muitas vantagens, por isso acreditamos na importância de você conhecer quais são elas. Dessa forma conseguirá aumentar a sua segurança e a do seu automóvel. Confira quais são elas:

  • Auxilia em caso de roubo;
  • Ajuda na segurança pessoal;
  • Não é necessário análise de perfil;
  • Permite ouvir o que está ocorrendo dentro do veículo;
  • Controle total de encomendas e cargas;
  • Deixar o seguro automotivo mais barato;
  • Aparelho de fácil instalação;
  • Assistência 24 horas;
  • Custo acessível a todos;
  • Função de bloqueio do motor.

Qual o melhor rastreador de veículos?

Saber qual é o melhor rastreador irá depender única e exclusivamente da necessidade do carro, e também como as pessoas usam ele, no caso de automóveis de passeio, eles simplesmente podem usar os modelos que são mais simples.

Enquanto pessoas ou empresas que usam o veículo à trabalho podem e devem usar modelos de rastreadores mais modernos que oferecem mais recursos. Grandes empresas que fazem o controle de grandes frotas podem ter muitos benefícios.

Diferenças entre rastreamento e monitoramento:

Agora que já sabe bastante informações sobre como funciona o rastreador veicular, é importante que entenda a diferença entre rastreamento e monitoramento, afinal essa é uma dúvida de muitos.

Rastreamento:

Quando o dono do veículo escolhe um plano de rastreamento, ele é o responsável por comunicar a central que ele contratou para fazer a comunicação do roubo ou furto do seu automóvel.

Essa central faz a ativação do sistema de busca e localização em tempo real, e o sistema faz a definição exata da localização geográfica que na mesma hora é encaminhada para as autoridades, no caso a polícia.

Dessa forma os agentes já possuem a localização pra começar suas buscas para recuperá-lo.

Monitoramento:

Sistemas de monitoramento geralmente são usados por grandes empresas para auxiliar a gerir suas frotas, melhorando assim a sua logística.

Além de rastrear e localizar, oferecem funcionalidades específicas de geração de dados e informações sobre a maneira como o veículo está sendo usado. Essas informações e dados são importantes para definição de trajeto, horários de deslocamento, autonomia veicular e muito mais.

Erros comuns as escolher um rastreador:

E para você não errar na escolha do aparelho rastreador ou então acabar contratando um serviço de rastreamento de má qualidade, também preparamos algumas dicas importantes e que irão te ajudar, confira quais são:

  • Não se atentar aos recursos disponíveis pelos rastreadores;
  • Deixar de fazer uma avaliação no tempo que o dispositivo leva para atualizar as informações;
  • Ignorar por completo a tecnologia que é usada na transmissão de dados;
  • Desconsiderar a diferença existente de um rastreador que é somente plugado por um que é instalado;
  • Tentar instalar o rastreador sozinho ao invés de contratar uma empresa do ramo especialista;
  • Deixar de pesquisar sobre possíveis custos adicionais;
  • Não fazer uma boa avaliação na qualidade dos componentes do dispositivo.