Como Funciona o Refinanciamento de Veículos? Saiba Tudo

Entenda como funciona o processo de refinanciamento de um veículo. Saiba quais são as suas vantagens, quais são os documentos necessários, onde fazer, quem fica de posse do veículo, quais são os risco e mais.

como o refinanciamento de veículos funciona

Precisando saber exatamente como funciona o refinanciamento de veículos? Saiba que o mesmo trata-se de uma modalidade de empréstimo que participa da classificação de empréstimo com garantia de veículo. Sendo assim o veículo é a garantia que o solicitante irá arcar mensalmente e integralmente com o valor emprestado pela instituição financeira.

O mesmo é classificado como uma das melhores modalidades de empréstimo, primeiramente porque tem condições de pagamento mais atrativas, como juros menores e prazo mais estendido. Mas saiba que como o veículo é a garantia de pagamento, se o solicitante não arcar com o pagamento das parcelas, a instituição financeira tem o direito de tomar o veículo.


O refinanciamento de veículos considera o valor do carro, de acordo com a tabela Fipe e desembolsa esse valor para o cliente, obviamente esse valor varia de instituição para instituição.

Então se deseja saber tudo sobre como funciona o refinanciamento de veículos, quais as vantagens, os seus riscos, onde fazer e muito mais fique conosco até o final dessa leitura.

Mas afinal, do que se trata um refinanciamento de veículos?

O refinanciamento veicular faz parte da classificação de empréstimo onde o cliente solicita o crédito, e oferece o seu próprio veículo como garantia que irá fazer a quitação do mesmo integralmente.


Então caso o responsável pelo refinanciamento parar de pagar mensalmente suas parcelas do empréstimo, então a instituição financeira que emprestou o dinheiro pode receber o veículo como forma de pagamento.

Esse é praticamente o maior risco apresentado por essa modalidade de empréstimo, até mesmo porque ela é uma dos mais atrativas do mercado.

Saiba que refinanciar um veículo permite que o proprietário do mesmo continue de posse dele, e que os documentos fiquem no nome do proprietário.

As taxas de juros são reduzidas, uma vez que as chances de inadimplências também são reduzidas, sem falar que o prazo de pagamento é estendido, visto que o solicitante pode ter em média até um prazo de 60 meses para efetuar toda a quitação de sua dívida.

Em suma podemos dizer que o empréstimo de refinanciamento de veículos funciona praticamente como qualquer outro, onde o solicitante pode antecipar parcelas e receber descontos nas taxas de juros.

E vale também mencionar que se o requerente tiver financiado o veículo e ainda não tiver quitado ele, uma parte então será destinada a esse pagamento, e a outra será utilizada para o solicitante fazer o que quiser, uma vez que não é solicitado nenhuma justificativa de gastos ou destino do dinheiro.

Como funciona?

O refinanciamento funciona do seguinte modo: A instituição financeira responsável pela negociação irá conceder o empréstimo levando em consideração os valores da tabela Fipe, baseado sempre em quanto vale o bem.

De acordo com essa tabela a instituição financeira irá conceder o empréstimo ao requerente conforme suas linhas de crédito, normalmente correspondendo a 60% e 70% do valor do veículo.

Mas saiba desde já que hoje em dia já existem muitas instituições financeiras que podem conceder até mesmo 100%, mas claro que isso vai depender do ano do carro, e claro, quanto mais novo, maior será a possibilidade de conseguir financiar integralmente.

Além disso, veículos que tem até 10 anos de fabricação podem também ser utilizados como garantia, mas infelizmente os mais antigos normalmente não são elegíveis.

Os refinanciamentos de veículos são muito atrativos, pois os juros são menores do que os juros de outras modalidades de empréstimo, e o cliente tem prazo mais longo de pagamento, que geralmente chegam a 60 meses.

E não podemos deixar de mencionar que o veículo do solicitante funciona como uma garantia de pagamento, ou seja, se o requerente não pagar, a instituição financeira pode tomar esse veículo.

Mas vale lembrar que apenas nesse caso o veículo é confiscado, inclusive o mesmo continua em nome do solicitante, mesmo que fique alienado para a instituição financeira.

Vantagens:

O refinanciamento de veículos possui diversas vantagens, onde fizemos uma breve relação delas pra você saber quais são elas:

  • Conta com condições de pagamento melhores, pois o risco de inadimplência é bem menor, sendo assim, as instituições financeiras oferecem mais benefícios;
  • O requerente poderá conseguir refinanciar até 100% de seu veículo, dependendo da instituição, do ano do carro e mais algumas considerações;
  • Os juros são um pouco mais baixos, dessa maneira, é muito mais atrativo que outras modalidades de empréstimos, inclusive se o solicitante estiver terminando de quitar o empréstimo original, poderá solicitar o refinanciamento para quitar o restante e pagar ainda menos;
  • Caso o solicitante tenha um carro financiado em uma determinada instituição, o mesmo poderá escolher outra instituição financeira para o refinanciamento, como um banco, por exemplo, como se fosse uma portabilidade;
  • O prazo de pagamento é bastante atrativo, isso obviamente irá variar de instituição para instituição é claro, contudo, costuma estar geralmente na casa de 60 meses;
  • O solicitante poderá antecipar parcelas de pagamento quando quiser como em qualquer outra modalidade;
  • O mesmo também poderá ainda conseguir descontos em taxas de juros ao antecipar parcelas;
  • Mesmo o bem continuando alienado, ele ainda permanece no nome do proprietário, e não no nome da instituição, sendo assim todos os documentos do veículo continuam no nome do dono.

Riscos:

Como sabemos todas as negociações oferecem vantagens, como mencionamos a cima, como também oferece riscos e você precisa saber quais são eles antes de assinar o contrato:

  1. O seu veículo é a garantia de pagamento, ou seja, se você for inadimplente quanto ao pagamento, o mesmo é tomado pela instituição financeira, então para certificar-se que isso não vai acontecer, tenha disciplina e realize fielmente os pagamentos;
  2. Outro risco é que você adquira uma dívida imprevista nesse período, por isso, certifique-se que terá condições de pagar o valor de todas as parcelas.

Quem fica de posse do nome do veículo durante o refinanciamento?

Se você adquiriu um veículo e ele está em seu nome, isso não é alterado durante o refinanciamento, pois ele fica em alienação fiduciária.

Isto é, no período de tempo em que o empréstimo perdurar todos os documentos continuam no nome do proprietário (a), os documentos não são alterados e ele só passa a ser da instituição financeira se o solicitante não quitar sua dívida.

O refinanciamento de veículos é uma modalidade de empréstimo muito atrativa que conta diversas condições favoráveis como o tempo de financiamento, os juros reduzidos, o valor obtido, o nome do veículo e seus respectivos documentos continuarem no nome do proprietário e mais.

Mas é sempre importante mencionar que o seu bem funciona como garantia de pagamento do empréstimo feito, logo, se não pagar, o mesmo passa a ser da instituição financeira como forma de quitar sua dívida com eles.

Por isso nossa recomendação é, antes de pedir um refinanciamento é essencial que você se organize financeiramente, analise suas contas mensais, e certifique-se que terá condições de arcar com os pagamentos mensais e integrais do refinanciamento. Se não você irá adquirir uma dúvida e ainda perderá o seu bem.

E também como mencionamos é importantíssimo que você faça uma boa pesquisa antes de assinar qualquer contrato, dessa maneira poderá encontrar melhores condições, não só de valores, mas também de taxas de juros, prazos de pagamento e mais.