Quando a Marcha Não Entra Qual o Problema e Motivos?

Saiba o que acontece quando a marcha não entra. Principais sinais de problemas na caixa de marchas, motivos para não engatar, riscos por falta de manutenção e mais.

qual é o problema quando a marcha não entra

Você está passando por uma circunstância onde o seu carro se nega a engatar a marcha, e a mesma acaba não entrando? Saiba então que certos problemas podem ser a causa disso. Estando diante dessa situação, a maioria dos motoristas pensam imediatamente em possíveis problemas na transmissão, ou na caixa de câmbio. Esta pode ser uma situação de uma simples revisão.

Mas, ainda sim, é um caso que causa uma dúvida iminente, deixando sempre a pergunta no ar: mas quando a marcha não entra qual o problema? Saiba então que há duas coisas envolvidas, é possível escolher por inspecionar o seu carro por conta própria ou levá-lo para uma oficina mecânica especializada e que conta com um mecânico de sua confiança, que é o mais recomendado.


Então, como nosso intuito aqui é sempre ajudar você, saiba que para descobrir se o seu veículo precisa de cuidados especiais, a seguir está um motivo pelo qual as marchas do seu veículo não entram. Possíveis problemas na transmissão que é uma parte essencial da mecânica dos automóveis, o seu princípio de funcionamento é semelhante ao de um multiplicador de potência do motor.

O movimento das rodas do veículo é gerado pela transmissão, que por sua vez distribui potência e torque conforme necessário, e com isso, o desgaste torna-se natural com o tempo de uso, o que exigirá mais cuidados e atenção.

Saiba que fazer a manutenção preventiva de sua transmissão é sempre a opção mais indicada, e econômica também, na grande maioria dos casos apenas trocar o fluido da embreagem poderá ajudar na prevenção de muitos problemas mais graves.


O próprio automóvel geralmente sinaliza que é hora de levá-lo a uma oficina. E se quer evitar mais danos, é melhor prestar atenção aos sinais de desgaste da caixa de engrenagens.

Quais são os sinais de problema na caixa de marchas?

Se você chegou aqui a fim de saber mais sobre como resolver a questão das marchas não entrarem, um passo importante é entender os sinais de eventuais problemas na caixa de câmbio, confira quais são eles:

  • Alavanca desengatada;
  • As marchas não engatam;
  • Cheiro de queimado;
  • Engate apresentando atrito;
  • Luz indicadora do painel;
  • Ruído no neutro;
  • Carro tremendo;
  • Vazamentos.

Afinal, quais são os motivos para as marchas não entrarem?

É muito provável que você tenha detectado algum dos sinais acima, mas, ainda não sabe o motivo das marchas não engatarem, a seguir, listamos alguns motivos que podem acarretar neste problema também, confira:

Cabo da embreagem:

É considerado um motivo básico, um pedal pesado é um sintoma fácil de notar quando há um problema com o cabo da embreagem, como resultado, o motorista acha difícil mudar de marcha.

Estrias no disco:

Vamos explicar em detalhes, porque muitos condutores não entendem isso, a falta de lubrificação ou a oxidação do eixo piloto pode interferir no deslocamento do disco, por isso o motor não pode ser completamente separado da caixa de câmbio. Nesse caso há dificuldades para engrenar as engrenagens, principalmente na marcha à ré.

Recomenda-se limpar as estrias do eixo piloto ao substituir a embreagem, e em seguida, lubrifique todo o conjunto, se o disco da embreagem estiver gasto, o motorista sentirá vibrações ao sair com o carro.

Fluido da embreagem:

Em um carro equipado com um sistema hidráulico de embreagem, o fluido da mesma deve ser verificado regularmente. Siga sempre as recomendações do fabricante e do manual do proprietário.

Geralmente, o óleo é trocado a cada 50.000 mil quilômetros. O problema ao mudar de marcha deve-se aos sintomas óbvios do fluido, que deixaram os pedais pesados e a dificuldade de engatar marchas.

Óleo de transmissão:

O nível de óleo deste reservatório não pode ser reduzido, a não que haja algum vazamento, o que acarretará na substituição do mesmo. Você também deve seguir as orientações do fabricante nessa situação.

Geralmente deve ser trocado também a cada 50.000 mil quilômetros devido a sua viscosidade, e a negligência com o óleo da caixa de engrenagens pode causar aumento de ruído e desgaste.

Platô:

Os problemas de platô da embreagem também podem causar dificuldades no pedal e dificuldades de troca de marcha, no caso de deformação da placa tangencial, a abertura no platô é danificada, e a peça tem de ser substituída.

Rolamento do eixo piloto:

O ruído durante a partida da embreagem e a partida do veículo pode estar relacionado a danos ao rolamento do eixo piloto. A condição e a lubrificação dos mesmos devem ser verificados cuidadosamente toda vez que a embreagem for substituída, ou ter passado por alguma manutenção.

Sensor eletrônico:

A maioria das transmissões dos carros modernos de hoje em dia é controlada por programas de computador com tecnologias muito mais modernas que antigamente. Se o seu carro não engatar marcha após pisar no pedal do acelerador, pode ser que algum sensor eletrônico está com algum defeito.

Especialistas em caixa de marchas também usam equipamentos de diagnóstico por computador que podem identificar quaisquer falhas de sensores eletrônicos que façam com que seu carro engate as marchas.

Como mencionamos ao longo de todo o texto, para a resolução das marchas não entrarem, é necessário se atentar a uma série de sinais e motivos que podem causar o problema, ou os vários problemas se for o caso.

De qualquer forma, em todas as hipóteses, o mais recomendado é consultar um profissional de sua confiança e que preferencialmente seja especialista em caixa de câmbio, para avaliar melhor o seu caso e detectar o problema com mais facilidade.