Qual a Função do Virabrequim? Guia Simplificado Completo

Entenda o que é, e qual é a função do virabrequim. Saiba quais são os tipos, sua importância, para que serve, tempo de vida útil, como evitar a quebra do eixo, manutenção e muito mais.

para que serve o virabrequim

Saber qual a função do virabrequim é essencial, pois ele é uma peça extremamente importante para o bom funcionamento do motor. A peça também é conhecida por árvore de manivelas e por girabrequim.

Ela está em contato direto com outras peças do motor do carro que por ventura são extremamente quentes e que estão em constante atrito. E justamente por esse motivo ele é manufaturado em aço fundido ou aço forjado pois precisa ser muito resistente.


Como é de seu conhecimento, de todos os componentes e peças que compõem um veículo, o motor com toda certeza é o mais importante de todos eles. Já que o mesmo é responsável por fazer o automóvel se movimentar.

E como sabe, para o propulsor funcionar corretamente é preciso que uma série de peças trabalhem juntamente e que as mesmas estejam sempre em bom estado. E o virabrequim é uma das peças fundamentais.

E para que você não tenha mais dúvidas sobre qual é a função do virabrequim, o que ele é, para que serve e como essa importante peça funciona. Preparamos esse texto para tirar todas as suas dúvidas sobre essa importante peça. Então fique conosco até o fim dessa leitura e tenha todas as suas dúvidas respondidas.


O que é um virabrequim?

O virabrequim fica localizado no interior do motor, sendo ele o principal responsável por receber as forças que são geradas pela movimentação dos pistões transformando-as em torque.

Essa importante peça está ligada diretamente ao comando de válvulas, e como trata-se de um componente muito exigido por estar em contato direto com outras peças extremamente quentes como citamos no início do texto, ele tem de ser muito robusto e forte.

Justamente por isso é fabricado por aço fundido ou forjado como já mencionado também, pois esse é um material que oferece grande resistência ao calor.

Tipos de virabrequim:

Existem 02 diferentes tipos de virabrequim, de aço fundido, e de aço forjado. Quando em processo de fundição, o aço sai de seu estado líquido e preenche o molde até que o mesmo atinja a forma desejada.

Enquanto no forjamento, o aço é transformado no estado sólido, até que ele consiga atingir a figura do seu molde. Em veículos com motores a gasolina, álcool (etanol), GNV, diesel e flex, saiba que esses possuem virabrequins do tipo fundidos.

Já os carros de competição que tem muita potência o virabrequim deles são de aço forjado. Pois ele precisa ser muito mais resistente ainda devido à força do torque do motor.

Qual a função do virabrequim?

Agora que já entendeu a importância dessa peça para o bom funcionamento do motor, saiba que a função do virabrequim como mencionamos é converter os movimentos lineares dos pistões em movimentos rotativos.

Então quando ocorre a explosão da mistura de ar e do combustível dentro a câmara de combustão, essa explosão por sua vez acaba gerando uma imensa força.

Força essa que por sua vez fica comprimida entre a parte superior do bloco do motor, e a parte inferior do cabeçote, e isso acaba empurrando os pistões para baixo, juntamente com as bielas.

Assim o virabrequim ou árvore de manivelas é a peça responsável em transformar essa grande força em energia rotativa.

O que fazer para evitar a quebra do virabrequim?

Geralmente, na grande maioria dos casos, o problema principal que influencia diretamente na vida útil dessa importante peça é o óleo de lubrificação.

Por isso não fazer troca do óleo lubrificante no tempo certo, ou então usar um tipo de óleo que esteja fora das especificações recomendadas pelo fabricante do seu modelo pode acabar resultando em uma redução na duração do virabrequim.

Assim as peças que compõe o eixo que são os braços, moentes, espiga, flange e munhões poderão com o tempo apresentar deformidades, rachaduras e até mesmo se quebrar.

Por isso é importante ficar sempre atendo aos sinais que podem indicar danos no componente, como:

  • Motor com muitas vibrações;
  • Aumento excessivo do consumo de combustível;
  • Ruídos e barulhos metálicos;
  • Superaquecimento do motor;
  • Presença de água e também de metais no óleo lubrificante;
  • Alto consumo do óleo lubrificante.

Trocar ou fazer a retífica do virabrequim danificado?

Essa é uma dúvida que muito proprietários de veículos tem: trocar a peça ou fazer a retífica? Saiba que em média fazer a substituição dessa importante peça poderá custar conforme a marca, modelo e ano do seu carro em torno de r$ 650,00 a r$ 900,00 reais.

Mas saiba que essa é uma peça que aceita retífica dependendo dos danos que ela sofreu.

Justamente por isso o mais indicado é levar o carro até um mecânico de sua confiança para que ele possa fazer uma boa análise e te indicar se é melhor trocar por uma nova, ou fazer uma retífica.

Mas tenha em mente que fazer a troca do virabrequim por um novo garantirá uma maior vida útil, e consequentemente muito menos dores de cabeça no futuro.

Posso rodar com problemas no virabrequim?

Definitivamente não, saiba que rodar com essa peça danificada poderá trazer mais problemas ainda para outras peças do motor do carro. Como o eixo está ligado aos pistões, então eles também poderão sofrer algum tipo de dano.

Sem falar que as bielas podem empenar provocando a batida de metais contra metais. Por isso, se o seu veículo der sinais leve-o imediatamente para uma oficina mecânica de sua confiança para uma verificação.