Tipos de Macacos Para Carros: Conheça Quais São

Conheça em detalhes quais são os diferentes tipos de macacos para carros que existem e qual a sua importância. Saiba qual é a capacidade de carga dos macacos, cuidados de como manuseá-los e como usar da forma certa.

tipos de macacos para automóveis

Praticamente quase todos os motoristas já passaram por alguma emergência com algum pneu de seu automóvel furado, isso pode acontecer tanto na cidade quanto nas estradas em alguma viagem.

Então, se isso já aconteceu com você é claro que entende perfeitamente a importância desse item. Mas será que você sabe quais são os tipos de macacos para carros? O equipamento de uso obrigatório que será o seu parceiro para sair desse cenário.


Na verdade, podemos dizer que os macacos são ótimos companheiros para todos os condutores, pois ter um pneu furado é uma situação bastante típica para praticamente todo motorista que enfrenta o trânsito diariamente.

Mas o que muitos motoristas não conhecem são os diferentes tipos de macacos para carros que existem, modelos, marcas, entre outras características presentes nessa ferramenta essencial.

Mas todos eles como sabe tem uma única finalidade que é erguer o carro permitindo que a roda seja removida. Então, para que conheça quais são eles preparamos esse breve texto explicativo para que conheça todos os modelos.


Qual a importância do macaco para carro?

O equipamento é um item de uso obrigatório conforme Resolução Nº 14 do CONTRAN de 06/02/1998, e simplesmente existem muitos motivos para andar com ele no porta-malas do carro.

O macaco permite que você faça a troca do seu pneu que está furado ou totalmente descalibrado de forma rápida e segura.

O equipamento é simples e de fácil utilização, e te ajudará a economizar tempo caso precise levantar seu automóvel, então caso necessite você mesmo fazer a troca do pneu sozinho, é do macaco que vai precisar.

Conheça quais são os tipos de macacos para carros:

O macaco de carros trata-se de uma ferramenta essencial como já citamos, e com o passar do tempo e a evolução tecnológica automotiva ele também vem se modificando.

Fazer uso de equipamentos corretos para levantar veículos leves e pesados é extremamente importante, pois assim a segurança e também a eficácia na realização da tarefa estará garantida.

Os macacos automotivos estão praticamente divididos em 03 categorias, que são elas: macacos hidráulicos, que conseguem erguer carros mais pesados sem grande esforço de quem estiver fazendo seu uso, macacos mecânicos, que são mais resistentes, e os macacos elétricos que mostram excelente desempenho não exigindo o mínimo esforço de seu usuário.

Confira detalhes sobre todos os tipos:

Macaco hidráulico:

Esse tipo de macaco para carros é praticamente o mais comum entre todos os motoristas e proprietários de automóveis, são geralmente simples e bastante fáceis de serem manuseados.

Sem falar que o mesmo pode ser guardado no carro sem que ocupe espaço, garantindo assim muito mais segurança para os seus condutores.

O tipo de macaco hidráulico está dividido em 02 categorias, que é o macaco jacaré, onde a sua principal característica é a sua alavanca que realmente se parece bastante com a boca de um jacaré, fazendo o veículo passar por uma elevação de forma lateral.

E o macaco garrafa, que são bem compactos e simples de serem guardados no carro, é bastante eficiente suportando carros que são mais pesados de até 15 toneladas.

Macaco mecânico:

O macaco tipo mecânico está dividido em 02 categorias também, assim como o anterior mencionado, são eles o macaco joelho, geralmente usado em carros populares, ele ergue o automóvel somente de um lado, sendo no sentido contrário do instalado.

E o macaco sanfona ou tijolinho como é conhecido, que ao contrário do anterior, o tipo sanfona faz pressão vertical no carro, assim sendo ele será levantado para cima e também lateralmente.

Macaco elétrico:

Como o próprio nome já diz, o macaco vem a cada dia conquistando mais adeptos entre os motoristas, simplesmente porque ele não exige que nenhuma força manual seja exercida pela usuário.

Mas para que o mesmo funcione ele deverá ser conectado através de um cabo no acendedor ou então na bateria do carro.

Macaco inflável:

O macaco modelo pneumático pode ser inflado, então saiba que comprar uma ferramenta dessas que se enche e se transforma numa espécie de travesseiro pode ser uma boa opção somente para carros de passeio, e não para automóveis mais pesados.

O mesmo também pode ser facilmente armazenado sem ocupar espaço no seu porta-malas.

Capacidade de carga do macaco:

Já sabendo quais são os tipos de macacos para levantar carros que existem no mercado, é importante ficar atento na capacidade de carga da ferramenta quando escolher o seu, pois cada modelo foi feito para poder suportar determinados pesos. E se não pretende se envolver em acidentes durante uma troca de pneu, é bom respeitar sempre esse limite.

Praticamente todas as marcas e modelos indicam essa importante informação no seu manual, mostrando o peso do carro, o peso do automóvel com o condutor, o peso total do veículo com o motorista, passageiros e bagagem no porta-malas suportado. Por isso fique atento a essa informação.

Como usar os macacos para carros?

Como mencionamos anteriormente saber manusear corretamente esse equipamento é essencial para manter a sua segurança quando for erguer o carro.

E para isso preparamos algumas dicas simples, porém valiosas para você fazer a utilização do macaco:

  1. Em 1º lugar sinalize o local com o triângulo sinalizador com uma distância de 30 metros ou mais, e caso estiver em uma curva na estrada coloque-o mais longe;
  2. Ligue sempre o pisca alerta do carro;
  3. Pegue as ferramentas principais que no caso é o macaco e a chave de rodas;
  4. Faça o encaixe do equipamento corretamente na posição indicada pelo fabricante do macaco;
  5. Antes de começar a levantar o veículo dê uma afrouxada nos parafusos da roda;
  6. Agora com o macaco encaixado e os parafusos já afrouxados é só começar a suspender o carro;
  7. Após o levantamento solte de vez todos os parafusos, remova a roda que está com o pneu danificado, pegue o estepe que por obrigação sua deve sempre estar calibrado, faça o encaixe corretamente e aperte os parafusos;
  8. Baixe o veículo novamente ao chão e de um aperto final para garantir que todos os parafusos ou porcas estão bem firmes. Agora é só seguir viagem e depois consertar o pneu danificado, e se for o caso dependendo do dano substituí-lo por um novo.