Vale a Pena Colocar GNV no Carro? Será Que Compensa?

Entenda neste artigo o que é GNV. Saiba o que é o Kit Gás Natural. Se realmente vale a pena e compensa instalar. Custo, prós e contras. Quilometragem. Onde instalar e como regularizar e mais.

colocar gnv no carro vale a pena

Com a alta dos preços dos combustíveis nos últimos tempos, fazer a instalação do kit GNV vem se tornando uma alternativa para muitos proprietários de carros que pretendem reduzir seus gastos. Mas entretanto na grande maioria dos estados brasileiros fazer essa conversão também tem um custo bem elevado. E é ai que muitos se perguntam: vale a pena colocar GNV no carro?

Além da conversão não ser barata, podendo a instalação do kit chegar a r$ 3.000,00 e até mesmo a r$ 5.000,00 reais ou mais dependendo do ano e do modelo do veículo.


Saiba que o mesmo também terá de passar por uma vistoria pelos órgãos de trânsito para que seja emitido um novo CRV (Certificado de Registro do Veículo), onde constará a mudança. Sem falar na vistoria obrigatória a cada 5 anos. Em suma para que o investimento venha mesmo valer a pena, saiba que é preciso que ande muito com o seu veículo.

Então, para tirar suas dúvidas sobre o assunto preparamos esse artigo para que você entenda definitivamente se vale a pena colocar o kit GNV no carro, e quanto precisa rodar para que o investimento seja válido.

O que é GNV?

GNV significa “Gás Natural Veicular”, ele é um combustível que possui a menor taxa de poluição, pois o mesmo é formado por hidrocarbonetos que são muito leves, principalmente o metano e o etano.


A temperatura ambiente e a ação atmosférica permitem que os compostos do Gás Natural Veicular permaneçam em estado gasoso, e quando comparado com outros tipos de combustíveis fósseis, o GNV é bem mais limpo, sua queima não emite o monóxido de carbono e não possui enxofre na sua composição.

Mas saiba desde já que não é qualquer tipo de gás que pode ser vendido como combustível, eles necessitam passar por testes para manter um padrão de qualidade especificado pela Resolução nº 16/2008 da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Onde a mesma faz a medição de vários aspectos do gás.

Conhecido como índice Wobbe, a quantidade de metano presente no gás e seu poder calorífico superior são então analisados, tudo isso para garantir que o combustível tenha ótima qualidade, e assim ele não causará danos ao veículo e também ao meio ambiente. O gás natural é dividido em 2 tipos, sendo eles os associados e não associados.

O tipo associado por sua vez é dissolvido no petróleo ainda quando ele está em sua reserva geológica, assim sendo, nesse caso então é dado prioridade à produção do petróleo, onde o gás é usado para poder manter a pressão do reservatório.

Enquanto o gás natural não associado não está dissolvido no petróleo e nem na água, ficando totalmente livre, podendo ser encontrado em camadas rochosas, onde o foco da produção é o respectivo gás natural.

O que é o Kit de Gás Natural Veicular?

O kit GNV é um sistema que transforma um motor que usa combustível comum, como por exemplo a gasolina e o álcool em um motor que passará a consumir o gás natural. E isso é válido para todos os modelos de veículos e motores.

O processo de instalação do kit GNV consiste na adição de uma central, que por sua vez é eletrônica, onde a mesma controla a injeção do gás no motor do veículo.

O kit também é composto por um redutor de pressão, sensor de pressão, filtro, sensor de temperatura do combustível, sensor de fluxo, mangueiras de água e gás.

Bicos injetores, e claro que o cilindro para o armazenamento do gás. Mas vale a ressalva que o carro ainda continua com o seu sistema de combustão original de combustível líquido em funcionamento.

Quanto custa para instalar o kit GNV no carro?

Se você pretende fazer a instalação do kit GNV em seu carro, saiba desde já que o mesmo tem um custo razoavelmente elevado, os kits GNVs que são comercializados aqui no Brasil custam em média de r$ 3.000,00 a 5.000,00 mil reais como já citamos anteriormente. Mas esse preço pode variar dependendo da geração do kit GNV que é recomendada para o seu modelo e ano de carro.

Nesse caso, veículos que foram produzidos até o ano de 2007 aceitam kits de 2ª e de 3ª geração, esses custam em média r$ 3.000,00 mil reais e causam uma perda da potência no veículo de até 10%.

Enquanto os carros mais novos suportam o kit de 5ª geração, seu preço aproximado é de r$ 5.000,00 mil reais e a perda de potência é de aproximadamente 3%.

E não podemos deixar de mencionar que o carro também precisará passar pela vistoria do DETRAN para regularizar a mudança do tipo de combustível. Assim será emitido um novo documento, um novo CRV, que também terá um custo, onde ele pode variar de estado para estado.

Quais são as vantagens e desvantagens do carro GNV?

Se está querendo saber se vale a pena colocar GNV no carro, obviamente que também deseja saber quais são as suas vantagens e desvantagens, por isso preparamos uma lista para você, confira:

Vantagens:

  • Economia de combustível;
  • Metro cúbico do GNV é mais barato que o litro de álcool ou gasolina custando em média r$ 5,00 reais o m³;
  • Dependendo do estado brasileiro que residir podem existir isenções na tributação no valor do IPVA.

Desvantagens:

  • Aumento do peso do carro devido ao peso do cilindro de gás;
  • Aumento também do desgaste de peças ligadas à suspensão e amortecedores do veículo;
  • Diminuição do espaço do porta-malas;
  • O motor perde em média entre 10 a 20% da sua potência;
  • É preciso fazer uma vistoria todos os anos no DETRAN e ela tem custo que varia conforme o estado;
  • O valor do seguro do veículo também aumenta;
  • Se o kit for instalado de forma errada, vazamentos de gás e até mesmo explosões podem acontecer.
  • Desvalorização maior na revenda, pois quando o cilindro é removido os furos que deixavam ele fixo ficam, e isso costuma desvalorizar o carro.

Vale a pena colocar GNV no carro?

Se levar em consideração todos os gastos para instalar o kit GNV, é preciso também ter em mente que o investimento só é válido e vantajoso se você rodar 25 mil quilômetros em 1 ano.

Pois se percorrer durante esse período de tempo digamos que 20 mil quilômetros fazer a conversão não é nada vantajosa, sendo que a real economia só é sentida a partir dos 25 mil quilômetros percorridos em 12 meses.

Mas por outro lado existem os taxistas e os motoristas de aplicativos, onde eles tem a sua quilometragem média anual em torno de 50 mil quilômetros.

Sendo assim mesmo ao considerar o investimento total para fazer a instalação, a vistoria e a documentação o kit de Gás Natural Veicular irá gerar sim uma boa economia no bolso.

Um cilindro de GNV faz quantos quilômetros?

Saiba que é possível rodar de 180 a 230 kms com 1 cilindro de gás natural de 15 m³, claro que isso irá depender do modelo do seu automóvel. Pois nesse caso o peso do carro e o desempenho de seu motor serão fatores essenciais. Mas veículos que já são mais econômicos, conseguem ficar mais econômicos ainda com o kit GNV.

Quantos quilômetros um carro faz com 1 metro cúbico de gás natural?

Conforme muitos testes realizados por especialistas, um veículo com motor 1.0 consegue rodar até 13 km com 1 metro cúbico de GNV.