Com Quantos Km Troco a Correia Dentada? Guia Essencial

Saiba quando trocar a correia dentada do seu veículo, o que é a peça e como ela funciona. Aprenda sobre a sua importância, sinais de desgaste a serem observados e a quilometragem recomendada para a troca. Garanta a saúde do seu motor.

com quantos km a correia dentada deve ser trocada

Uma das maiores dúvidas dos proprietários de carros é: com quantos km troco a correia dentada? Então, você como proprietário de um automóvel deve saber dessa importante informação. Afinal, essa é uma peça muito importante para o funcionamento do motor do carro, se o estado dela não estiver boa, a mesma poderá causar alguns problemas indesejáveis.

A manutenção preventiva é sempre a melhor forma de evitar problemas graves, aumentar seus gastos , e no fim ainda te dará problemas em momentos importantes, por isso procurar fazer uma preventiva frequentemente no seu veículo.


Por ser um pouco complicado verificar se é necessário efetuar a troca da correia, então é preciso ficar muito atento à quilometragem para ela poder ser substituída no momento correto.

Recomenda-se que um especialista execute esse serviço de troca para evitar complicações durante o processo de instalação da mesma, embora ela seja um componente extremamente importante, nem todos os proprietários de veículos conhecem essa peça.

Pensando nisso, preparamos um guia essencial que tem a finalidade de esclarecer tudo sobre a quilometragem e troca da correia dentada, e a forma correta da sua manutenção.


O que é a correia dentada?

A correia dentada tem a função de sincronizar a rotação do virabrequim com o comando de válvulas, para que o carro mantenha o sincronismo e a rotação perfeita e evite que o pistão colida com as válvulas do veículo.

Ela é uma das peças mais importantes, e como consequência pode tanto fazer com que seu veículo funcione como dever ser quanto fazer com que você desembolse muito dinheiro caso ela se rompa (quebre), ou apresente qualquer outro problema que seja prejudicial ao seu motor.

Com quantos km devo trocar a correia dentada?

O primeira coisa a ser feita para saber o momento correto é verificar o manual do usuário do carro, pois nele que o fabricante do modelo lhe dirá o tempo ou a quilometragem para substituir as peças do carro, incluindo o tempo de troca da correia dentada.

Podemos até dizer que de forma geral, a maioria dos fabricantes de automóveis se certifica de substituir a correia a cada 40.000 mil quilômetros rodados.

Considerando que você dirige em média 20.000 mil quilômetros por ano (que é uma média nacional), você substituirá então a correia do seu carro a cada 2 anos.

Se o veículo for bem cuidado e conservado, a peça poderá suportar até 50.000 mil km, mas isso depende muito de cada situação, a recomendação é seguir as instruções ou o limite do fabricante sempre.

Além dessa quilometragem rodada, entender a necessidade dessa peça tão importante ser trocada dependendo do tempo de uso também é de muita importância. Isso mesmo, a mesma poderá durar até 5 anos, depois não conseguirá proporcionar mais bons resultados.

Por isso, mesmo que o seu automóvel não tenha rodado os 40.000 mil quilômetros recomendados pelo fabricante, mas a peça tenha mais de 5 anos de uso, então já é hora de fazer a substituição.

Você sabia que é possível aumentar a vida útil da correia dentada?

Sim é possível aumentar a vida útil dela com algumas boas práticas, por isso resolvemos criar um tópico com algumas dicas essenciais pra sua correia durar mais:

  1. Fique atento à trancos na troca de marcha;
  2. Jamais deixe seu motor superaquecer;
  3. Se atente aos ruídos enquanto dirige.

Antes da correia quebrar ela pode demostrar alguns sintomas:

O limite de 40.000 mil quilômetros ou 5 anos é o valor máximo para o período de validade da correia sincronizadora, mas isso não quer dizer que não seja necessário substituir ela antes disso.

De fato, você pode precisar substituí-la por muitos motivos, como um dano na peça por exemplo, esse pode ser o motivo de rompimento dela, mas também pode ser por causa da perda de tensão com o tempo.

Por exemplo, trafegar em áreas com muita poeira ou poluição pode fazer com que a peça se resseque e desgaste mais rápido.

No momento que acontece isso, há uma forma bem simples de identificar o problema,  você irá ouvir um ruído alto e estridente, semelhante ao rangido de uma porta.

O barulho virá do motor do carro, o que indica que a correia dentada perdeu o tensionamento ou sofreu outros tipo de dano e precisa ser trocada.

No caso de distensionamento, a correção do dano é fácil, basta apenas fazer a substituição da peça, a mão de obra e o serviço da troca não são caros.

E se você trafegar com ela nessas condições, ela se romperá, nesse caso, como já mencionamos acima, o problema pode ser muito mais sério.

Após a quebra da mesma, ela deixará de controlar as aberturas das válvulas do motor, onde o mesmo não funcionará corretamente e irá com toda certeza que superaquecer, quebrar e até mesmo fundir o motor do carro.

Se for a hora de trocar a correia dentada, não tente realizar este serviço em casa, pois poderá causar problemas, nossa recomendação é que procure por uma oficina mecânica especializada e faça a troca da peça em segurança.