Como Funciona o Acionamento do Airbag? Guia Essencial

Saiba o que é, qual a importância, quais são os componentes e como funciona o acionamento de um airbag. Conheça os diferentes tipos, manutenção e muito mais.

como o acionamento do airbag funciona

Esse item de segurança vem ajudando a salvar muitas vidas ao redor do mundo desde que ele foi implementado pela indústria automotiva, com toda certeza que os números e as estatísticas de trânsito seriam bem mais assustadoras sem a sua existência. Mas será que você sabe como funciona o acionamento do airbag?

Aqui no Brasil esse equipamento de segurança se tornou obrigatório desde o ano de 2014, não só ele mas também os freios abs, assim sendo todos os veículos zero quilômetro fabricados à partir desse ano devem contar com o equipamento nos bancos frontais para proteger tanto o motorista como o passageiro. Nos bancos traseiros o item de segurança não é obrigatório, mas saiba que muitas montadoras oferecem o equipamento de proteção em algum modelos.


Então, para que você não tenha mais dúvidas sobre como o airbag é acionado, como é o seu funcionamento, quais são os tipos que existem, seus componentes e qual a sua importância. Preparamos esse texto para que você fique por dentro de tudo sobre esse importantíssimo equipamento de segurança, que como já mencionamos vem salvando muitas vidas.

O que é airbag?

O airbag é um dispositivo de segurança desenvolvido com a finalidade de proteger os ocupantes de um veículo de possíveis impactos que podem ocorrer em acidentes no trânsito.

Em suma, eles são sacos comprimidos que são mantidos em algumas áreas específicas do veículo que tendem a sofrer mais com colisões e impactos, como por exemplo a parte frontal, a lateral e o teto.


Os airbags são produzidos com tecidos e também com outros tipos de materiais que são completamente fechados.

Quais são os componentes do sistema de airbag de um veículo?

O sistema de airbags ou bolsa inflável é composto por várias partes, peças e componentes, que são eles:

  • Sensores;
  • Saco ou bolsa de ar;
  • Unidade de comando eletrônica ou UCE;
  • Pré tensionadores;
  • Gerador de gás;
  • Mola relógio ou contato rotativo;
  • Lâmpada de anomalia;
  • Sistema de insuflação.

Tipos de airbags:

Agora que já sabe o que é um airbag, qual a sua importância e quais são os seus componentes, acreditamos que você também deseja saber quais são os tipos de airbags que existem.

São 9 tipos diferentes, confira quais são eles:

  1. Duplo frontal;
  2. Lateral;
  3. Cortina;
  4. Central;
  5. Teto;
  6. Traseiro;
  7. Joelho;
  8. Cinto;
  9. Capô.

Como funciona o acionamento do airbag?

Esse item de segurança como já mencionamos é composto por vários componentes, sendo os principais dele a sua bolsa de ar e o insuflador.

O item de segurança também é composto pelos sensores e pelo módulo que são os responsáveis por fazer a medição da pressão que é aplicada nos freios do veículo quando ocorre uma frenagem brusca, a velocidade das rodas e também qual é a condição dos ocupantes nos bancos.

Os sensores então são responsáveis por enviar sinais para o módulo de controle do airbag, onde o mesmo faz uma análise rápida das informações recebidas.

E somente à partir desse momento ele irá promover ações como por exemplo: fazer o travamento automático das portas e também dos cintos de segurança do veículo. Acionando ou não o airbag do condutor, do passageiro e os das laterais.

Então, em caso de acionamento do airbag, os sensores por sua vez informam o gerador de gás do insulfador para que a bolsa de ar venha a se inflar.

Saiba que a sua capa tem a espessura de 2 a 3 mm, e a mesma é confeccionada por um material especial garantindo que ela venha a se romper, se abrindo em partes diversas sempre à partir de seu centro.

Depois a bolsa de ar inicia o processo de esvaziamento pelos seus furos que são posicionados na sua parte lateral, ou na sua parte traseira, assim ele já é capaz de absorver o impacto do ocupante. E tudo isso acontece em aproximados 30 milésimos de segundos apenas.

Dicas de manutenção após um acidente onde o airbag foi acionado:

Se por ventura o seu veículo tiver sofrido alguma batida e teve o seu sistema de airbag acionado, saiba que é de extrema importância que todo o sistema deve ser trocado.

Itens como painéis, volante, bolsas de ar, sensores, módulos, cabos conectores, chicotes e até mesmo os cintos de segurança precisam ser substituídos.

E mesmo que o automóvel não tenha sofrido nenhum acidente, tenha em mente que o sistema de airbag também precisa de revisão assim como peças que fazem parte do motor do carro.

Por isso tenha muita atenção ao painel de instrumentos do seu carro, onde a luz de aviso ficará acesa se o sistema apresentar algum defeito ou falha. O kit de segurança de modo geral deve ser substituído a cada 10 anos, e isso serve até mesmo para os veículos que jamais sofreram nenhuma colisão.

Quanto custa para consertar o airbag?

Essa é outra dúvida que muito proprietários de veículos tem, é saber quanto custa o conserto do sistema de airbags, e a resposta é depende do ano, marca, modelo do carro e quais são os tipos de airbags que o veículo possui.

Então para saber exatamente o preço do conserto desse equipamento de segurança depois que ele é acionado devido algum acidente, somente uma oficina credenciada poderá te dizer exatamente.

E não podemos deixar de ressaltar que o reparo de todo o sistema exige uso de norma técnica, sendo a NBR 14828/2002 a norma.