Como Tirar Manchas na Pintura Automotiva? Melhores Dicas

Confira neste guia as melhores dicas de como tirar manchas da pintura automotiva. Principais causadores de manchas. O que não fazer para tentar removê-las. Auxílio profissional e mais.

como retirar manchas na pintura automotiva

Quer saber como tirar manchas na pintura automotiva? Saiba então que essa é uma dúvida que a grande maioria dos proprietários que prezam pela boa aparência do seu automóvel tem. E quando elas aparecem na pintura da lataria do carro saber como removê-las é essencial, e quanto mais rápido elas forem removidas melhor.

A grande maioria das manchas na pintura são causadas principalmente por fontes externas, e se elas não forem tiradas o quanto antes tenha em mente que as mesmas poderão enfraquecer o metal da lataria e até mesmo corroê-lo. Por isso, você deve tomar ações para tirá-las o quanto antes da pintura do carro.


E como nosso intuito aqui é ajudar você leitor, preparamos esse guia com as melhores dicas de como remover manchas da pintura automotiva. Então, fique conosco até o fim dessa leitura para saber como proceder e assim evitar danos maiores na pintura de seu automóvel.

Principais causas de manchas na pintura automotiva:

Antes de entrarmos no assunto principal desse texto que é como tirar manchas na pintura automotiva, é importante que você saiba o que provoca e danifica a pintura da lataria dos automóveis.

Confira as principais causas e procure evitá-las:


  • Fezes de pássaros:
  • Chuva ácida:
  • Maresia;
  • Chuva de granizo;
  • Temperaturas muito extremas;
  • Respingos de tinta;
  • Áreas em construção;
  • Resíduos de afasto;
  • Combustíveis;
  • Usar sabão que não seja neutro na lavagem;
  • Capas de proteção veicular sem ventilação;
  • Panos para a limpeza do automóvel.

Melhores dicas de como tirar manchas na pintura automotiva:

Agora que você já sabe quais são os principais causadores de manchas na pintura dos carros, confira o que fazer para poder removê-las da melhor forma possível e também evitar que aconteça. Segue as dicas:

Fezes e dejetos de pássaros:

Para remover cocô e dejetos de pássaros da pintura jamais raspe a casquinha das fezes, pois isso poderá provocar riscos. O ideal para tirar esse tipo de mancha é usar um pano úmido de microfibra com água.

Chuva ácida:

O mais indicado para tirar manchas provocadas pela chuva ácida é lavar o veículo logo que chegar em casa. E para prevenir que manchas desse tipo danifiquem a pintura é manter o automóvel sempre encerado, assim a água não ficará parada na superfície da lataria.

Maresia:

Como o sal da maresia pode provocar manchas e até mesmo corrosão na lataria que então ficou exposta, o mais indicado é procurar por uma funilaria. Pois assim um profissional em pintura automotiva irá analisar a mesma e assim poderá tomar as ações necessárias para o reparo.

Chuva de granizo:

Como as pedrinhas da chuva de granizo podem rachar a pintura e também provocar manchas, o mais indicado nessa caso também é procurar por uma funilaria. Pois existe risco de infiltração de água, e isso poderá oxidar e enferrujar a lataria do carro.

Temperaturas muito altas ou baixas:

Para evitar que o verniz ou a tonalidade da cor da pintura seja danificada em casos de exposição a elas, o mais recomendado é evitar a exposição por longos períodos de tempo.

Mas saiba que isso geralmente ocorre somente com carros antigos, isso porque os automóveis mais novos possuem na composição de sua pintura camadas de verniz bastante resistentes.

Respingos de tinta:

Para tirar manchas provocadas por respingos de tinta você pode usar uma pasta abrasiva, basta borrifar água com um pouco de detergente neutro nos locais das manchas e ir passando a barra da pasta de forma delicada.

Assim será feita a descontaminação da pintura e as manchas serão removidas.

Cimento:

Para poder remover manchas causadas por cimento, o melhor a se fazer para tirar esse sedimento é molhar bem o automóvel com água, pois além de remover a poeira também irá amolecer as manchas de cimento que ficaram duras. Sem falar que dessa forma estará evitando riscos na pintura.

Piche:

Como o piche é um derivado do petróleo, saiba que não será possível remover as manchas provocadas por ele com água. Nesse caso você precisa fazer uso de produtos a base de solvente, e o mais indicado é o querosene.

É só molhar bem um pano com ele e aplicar sobre as manchas e deixá-lo agir até amolecer, em seguida basta lavar o carro com água e sabão neutro.

Gasolina, álcool ou diesel:

Para tirar manchas de combustíveis causadas durante o abastecimento o mais indicado é fazer a remoção de imediato usando água e sabão neutro.

Mas se no momento do abastecimento você não percebeu, então a nossa dica é para procurar por uma funilaria para que o local seja polido e a mancha removida.

O que não fazer para remover manchas da pintura automotiva?

Como acabou de ler, existem várias formas eficientes de tirar manchas da pintura dos automóveis, por isso, se você realmente é um dono de carro cuidadoso e preza pela conservação da pintura do mesmo esqueça métodos caseiros que não tem nenhuma eficácia comprovada para isso, e que infelizmente eles estão espalhados por toda a internet.

Métodos como por exemplo: fazer uso de limão, vinagre branco e até mesmo refrigerante de cola. Tenha em mente que muitos desses métodos podem danificar ainda mais a pintura, e você no fim das contas terá um problema maior ainda.

Procure por uma empresa especializada em estética automotiva:

A melhor dica que podemos dar para você que precisa tirar manchas da pintura do seu carro é procurar ai na sua cidade por uma empresa de estética automotiva.

Isso porque lá terá profissionais treinados e capacitados que farão uso de produtos certos, equipamentos, e saberão exatamente qual é o procedimento específico para o tipo de mancha e caso.

Sem falar que assim conseguirá obter o resultado que deseja, pois como cada caso é um caso, as vezes somente uma boa lavagem e um polimento será suficiente para remover as manchas.

Em outros precisará de uma descontaminação ou uma cristalização ou espelhamento, ou até mesmo uma vitrificação para depois da remoção das manchas a camada de proteção da pintura seja aumentada.