Para Que Serve o Escapamento do Carro? Entenda o Sistema

Saiba o que é, quais são os componentes e para que serve o escapamento de um carro. Sinais de problemas, o que pode danificar o escapamento, cuidados e mais.

qual a função do escapamento do carro

Quer saber para que serve o escapamento do carro? Tenha em mente desde já que o sistema de exaustão é essencial para o bom funcionamento de um motor à combustão interna, sendo ele extremamente importante e relevante no torque, na potência e também no consumo do veículo. Mas infelizmente esse é um dos itens que os donos de carros menos cuidam, e que mais sofrem modificações.

Saiba que a grande maioria dos proprietários de carros só se preocupam com o sistema de escapamento quando começam a perceber barulhos e ruídos vindo dele, que não são nada comuns. E geralmente quando isso começa a acontecer já é um indício de algum possível problema, já que o escapamento é tão importante para a vida útil do automóvel.


Então, como o nosso único intuito aqui é ajudar você leitor, preparamos esse conteúdo para tirar todas as suas dúvidas sobre como funciona o sistema de escapamento de um carro. Por isso te convidamos a ficar conosco até o fim dessa breve e importante leitura, afinal de contas o escapamento de seu carro merece atenção.

O que é um escapamento de carros?

O escapamento é o sistema de exaustão do motor de um veículo de combustão interna, o mesmo é formado por 4 partes interligadas onde o funcionamento desse conjunto se inicia no tubo dianteiro, peça responsável por recolher os gases que são produzidos pela queima de combustível.

Depois dessa fase, os poluentes então são direcionados para o catalisador, onde as impurezas são minimizadas, e os resíduos restantes seguem para os silenciadores intermediário e traseiro que fazem com que o grau do barulho do motor seja reduzido, e também contribuem com a filtragem. Depois desse processo os gases são lançados ao ar.


Componentes do sistema de escapamento:

O sistema de escape de um veículo automotor é feito basicamente de 5 componentes, sendo o coletor de escape, os tubos de estepe, o silenciador, o catalisador e o abafador.

E dentro desse sistema de exaustão cada uma das peças mencionadas tem uma funcionalidade específica e muito importante, são elas:

  1. Coletor de escape;
  2. Tubos de estepe;
  3. Silenciador;
  4. Catalisador;
  5. Abafador.

Para que serve o escapamento do carro?

O escapamento serve para eliminar os gases gerados depois da queima de combustível nos cilindros do motor, levando os gases já filtrados para fora do carro, evitando assim que os gases tóxicos venham a penetrar no interior do veículo.

Mas o escapamento também tem outras funções como reduzir a poluição sonora e também manter o bom desempenho do veículo.

E não podemos deixar de mencionar que o motorista que for flagrado transitando com o sistema de escape irregular ou então com ele soltando fumaça poderá ser multado.

Principais sinais de problema no escapamento do carro:

Sabendo para que o sistema de exaustão serve, é muito importante ficar atento aos possíveis indícios de falhas no escapamento, isso se deve pois a pressão dos gases é prejudicada se algum dos 5 componentes do sistema for danificado.

Saiba quais são os principais sinais de problemas no escape:

Barulho excessivo:

Caso perceba que o ruído de seu carro esteja mais alto que o de costume no qual você está acostumado, é bom conferir os tubos e também o miolo dos silenciadores para verificar se eles estão furados. E se estiverem com furos será necessário a substituição da peça.

Trepidação:

Os coxins e as borrachas que fixam o sistema de escapamento podem ressecar com o tempo e arrebentar, e geralmente quando isso ocorre o motorista perceberá uma trepidação e também possíveis ruídos na parte debaixo do carro.

E se por ventura as borrachas e os coxins não forem trocados o mais rápido possível outros itens do escape podem quebrar, normalmente o recomendado é trocar essas simples peças a cada 6 meses.

Aquecimento no assoalho do veículo:

Se por acaso o assoalho do carro começar a aquecer, essa pode ser a consequência da distância errada do escapamento ao solo, e isso pode ocorrer devido alguma tortura no sistema de escape ou então o mesmo pode estar trincado.

Para solucionar o problema é necessário fazer a troca da peça e verificar o alinhamento dela corretamente.

Cheiro de fumaça no interior do automóvel:

Caso sinta um cheiro de fumaça no interior do veículo, saiba que esse também é um indício que existe algum problema com o escapamento, e é bem provável que seja algum vazamento.

O melhor a fazer nessa situação é baixar imediatamente os vidros do carro, pois a fumaça é prejudicial à saúde se for inalada, e leve o veículo ao mecânico o mais rápido possível para uma verificação.

Ferrugem:

Verifique sempre se existe algum indício de ferrugem no escapamento do seu carro, pois saiba que a ferrugem é um dos maiores problemas dessa importante peça.

Se o mesmo apresentar partes enferrujadas os riscos da peça quebrar ou trincar é bem maior, ocasionando assim vazamentos.

O que danifica o escapamento dos carros?

Agora que já sabe quais são os principais indícios de problemas que o sistema pode apresentar, é bom saber também o que pode prejudicar o escape do carro. Confira:

  • Desgaste excessivo de elementos e peças internas do motor e alteração no escapamento original de fábrica;
  • Limpeza de bicos injetores com produtos que não são recomendados pelo fabricante;
  • Entrada de água nos tubos de estepe;
  • Variação constante no óleo lubrificante do motor;
  • Furos e batidas no sistema de escape.

Como cuidar do sistema de escapamento?

Sabendo o que pode danificar o escapamento de seu carro e seus componentes, confira algumas dicas essenciais para cuidar dele, mantendo o sistema sempre em bom funcionamento.

  • Procure evitar deixar o tanque de combustível vazio ou sempre na reserva;
  • Não de tranco no carro para ele pegar, pois isso prejudica o sistema de exaustão;
  • Fique sempre atento aos ruídos e barulhos vindos do escape;
  • Use somente combustível e óleo lubrificante de qualidade seguindo as recomendações do manual do veículo;
  • Não faça adaptações no sistema de exaustão, pois isso poderá danificar as peças que estão boas;
  • Evite deixar seu carro parado na garagem por um longo período de tempo;
  • Faça manutenções regularmente.