Vazamento de Água na Junta do Cabeçote: O Que Pode Ser?

Saiba o que pode estar causando o vazamento de água na junta do cabeçote do motor do seu veículo. Entenda o que é a junta, quais são diferentes tipos de cabeçote, como identificar possíveis problemas na junta, prevenção, o que pode acontecer se rodar com o carro com ela queimada e muito mais.

junta do cabeçote com vazamento de água

Notou vazamento de água na junta do cabeçote do motor do carro? Cuidado, pois isso pode indicar que ela queimou, na verdade é praticamente o principal indicativo que realmente possa estar queimada. Existem outros indícios que podem apontar esse problema também, mas calma, não vá logo achando que tudo está perdido.

Para pessoas que não tem conhecimento sobre a junta e o seu papel, saiba que ela é a responsável por manter segura e totalmente isolada todas as câmaras de combustão. Sem falar que a mesma também contribui para o perfeito funcionamento da circulação da água do sistema de refrigeração, e também da passagem do óleo que lubrifica o motor.


Sendo assim a junta do cabeçote é uma peça mais que essencial no motor de um carro, justamente por esse motivo é importante sempre estar ciente que a mesma está em excelente funcionamento. Pois somente isso irá manter a sua calma ao conduzir seu veículo por aí.

Então, se está com dúvidas sobre vazamento de água na junta do cabeçote, fique conosco até o fim dessa breve mas importante leitura, e tire todas as suas dúvidas à respeito do assunto de uma vez por todas.

O que é a junta do cabeçote?

A junta do cabeçote é uma das peças fundamentais para garantir o funcionamento correto do motor. Ela é responsável por unir o cárter com o cabeçote, fazendo com que não haja degradação do metal com o tempo.


Ela é composta de uma borracha e sua qualidade pode influenciar muito no desempenho, se essa borracha for de qualidade ruim, estará mais propícia a romper com o calor provocado pelo motor.

Altas temperaturas são uma das grandes responsáveis por danos nas juntas, pois quando elas se rompem, causam uma grande perda de compressão e também pode empenar algumas das partes metálicas das peças, que não é nada bom.

Como identificar problemas na junta do cabeçote do motor?

Para muitos motoristas, identificar problemas nesta peça pode ser uma tarefa um pouco complicada, porém alguns sinais simples podem indicar problemas de que a junta está danificada ou queimada.

O motorista deve prestar atenção e agir o mais rápido possível para reparar o problema, do contrário, o carro poderá deixá-lo na mão. Geralmente esses problemas costumam ser graves.

Imagine, por exemplo, estar dirigindo durante a noite e o motor do carro começar a apresentar falhas, isso pode indicar que a junta do cabeçote está queimada. E caso isso aconteça, é muito importante que o carro esteja assegurado.

Caso perceba fumaça em excesso saindo do escapamento, é bom ficar atento, pois também pode indicar sérios problemas na junta do cabeçote. Se a fumaça for branca, não há razão para desespero.

Mas, se notar uma fumaça preta saindo, inclusive depois que o motor esquentar, procure o mecânico o mais rápido possível. Isso indica que há óleo e água vazando para a câmara de combustão.

Caso também note que houve uma perda de potência do motor, pode ser que a junta de cabeçote tenha queimado, pois a compressão nos cilindros acaba ficando comprometida, o que deixa o motor mais fraco. Em veículos com sistema de injeção eletrônica alguma luz pode se acender no painel.

Por que se a junta do cabeçote estiver queimada pode provocar a mistura de água com óleo?

No momento de montar o motor, várias partes serão vedadas, inclusive a tubulação de líquido de arrefecimento que é o responsável por resfriar o motor, nesta tubulação, o óleo vai circular para que a lubrificação ocorra perfeitamente.

Se a junta do cabeçote queimar, a vedação entre essas partes fica comprometida, fazendo com que a água entre no cilindro, onde é feita a queima do combustível.

Se isso acontecer, o cilindro perde a capacidade de compressão e combustão, resultando em um calço hidráulico, e para prevenir que isso ocorra deve-se evitar ao máximo o superaquecimento do carro por longos períodos de tempo.

Se notar que o óleo do reservatório ficou mais aquoso e com uma cor clara, pode ser que tenha ocorrido a mistura entre ele e o líquido de arrefecimento, pois a junta não separou adequadamente os componentes como deveria.

Como garantir e prevenir que a junta do cabeçote queime?

Como forma de manutenção preventiva e para garantir que a junta do cabeçote se encontra em perfeito estado, existe um testador de vazamento de combustão que ajuda a identificar gases de escape do líquido de arrefecimento.

Para realizar o teste basta se dirigir até uma oficina mecânica de confiança e introduzir o testador dentro do radiador enquanto este estiver fechado.

Depois, insira um líquido próprio para o teste, onde o mesmo é de cor azul. Ao ligar o veículo, perceba se a cor do líquido ficará amarela. Se ficar, é sinal de que a junta está queimada.

Posso andar com o carro com a junta do cabeçote queimada?

Se estiver em alguma situação emergencial no qual acabou de identificar o problema, e no caso não tem como parar o veículo naquele momento até que a resposta seria pode.

Mas saiba desde já que o risco é grande de poder ter problemas ainda maiores. Por isso procurar seu mecânico em uma oficina especializada é sempre o melhor a se fazer. Mas que fique bem claro como resposta, “não pode andar com o carro com a junta do cabeçote queimada”.

No começo somente a peça será prejudicada, mas não demora para que outros problemas e defeitos comecem a aparecer em outras peças também.

Quanto custa trocar a junta do cabeçote do motor de um carro?

Se depois do teste for detectado que a junta de cabeçote do motor do seu carro queimou, não hesite em trocá-la, procure seu mecânico de confiança para realizar um orçamento detalhado e conferir se outros componentes do veículo foram danificados também.

Sempre priorize por uma peça nova e que não seja recondicionada. Ao utilizar uma peça usada, há o risco de quebra ou rachaduras em pouco tempo de uso.

Os preços da junta podem variar de oficina para oficina, e de auto peças para auto peças, geralmente varia entre r$ 150 a 400 reais dependendo da marca e do modelo do automóvel.

Veículos de luxo podem ter peças que ultrapassam facilmente os r$ 2.000,00 mil reais. Considere também o custo da mão de obra do mecânico, pois esse tipo de serviço deve ser feito por profissionais especializados, justamente por ser uma peça que está diretamente ligada ao motor e ser de alto custo.

Como pode ler, o vazamento da água da junta do cabeçote pode ser um problema simples, como também pode ser um problema grave.

E a única maneira de se prevenir é fazendo manutenções preventivas, ficar sempre atento ao nível dos fluidos e dos reservatórios de água, e sempre ficar de olho na temperatura do motor que não pode superaquecer.