O Que Causa o Superaquecimento do Motor do Carro?

Descubra o que causa o superaquecimento do motor de um carro. Entenda o que é e como funciona o sistema de arrefecimento. Principais causas de superaquecimento. Indícios. Consequências, como evitar, e o que fazer se acontecer.

quais são as causas do superaquecimento do motor do carro

Saber o que causa o superaquecimento do motor do carro é uma informação que todos os proprietários e também motoristas em geral devem saber. Afinal de contas estamos falando de praticamente um conjunto de peças que unidos criam o coração de um veículo automotor.

O superaquecimento de um motor de um automóvel é praticamente o problema mais sério que pode vir a acontecer em termos de danos ao propulsor, além de enormes prejuízos materiais que foram causados devido as altas temperaturas que o motor não foi desenvolvido para suportar.


Terá também muitos gastos para poder consertar, fazer a retífica se necessário for, substituir peças que até podem derreter caso o motor venha à fundir, isso se não precisar trocá-lo.

Então, como muitos não conseguem entender o que causa o superaquecimento do motor de um carro, preparamos esse guia completo onde você ficará sabendo tudo à respeito do assunto. Por que o motor ferve, quais são os indícios, como evitar que isso aconteça, cuidados e o que fazer nesses casos.

O que é o sistema de arrefecimento do motor e como ele funciona?

Antes de explicarmos em detalhes o que provoca o superaquecimento do motor de um veículo, é importante que saiba o que é, e como funciona o sistema de arrefecimento de um carro.


Quando ocorre a queima de combustível dentro da câmara de combustão do propulsor, essa queima gera então um calor muito forte, e caso esse calor não for controlado corretamente poderá danificar muitas peças e componentes do motor.

E para que isso não ocorra, o sistema de arrefecimento que é composto pelo radiador, bomba d’água, mangueira, reservatório, válvula termostática, ventoinha e o vaso de expansão entram em ação fazendo o resfriamento desse calor gerado pela combustão mantendo a temperatura do motor em 90ºC graus, que é a ideal para o bom funcionamento do veículo.

O sistema de arrefecimento trabalhando corretamente irá impedir que o motor sofra um superaquecimento.

Resumindo, o sistema de arrefecimento, suas peças e componentes, juntamente com o líquido refrigerante (água desmineralizada) e aditivos provocam o resfriamento do motor do carro, evitando assim que o mesmo superaqueça e sofra danos.

O que causa o superaquecimento do motor do carro?

O superaquecimento de um motor pode ser causado basicamente por 2 fatores importantíssimos para o bom funcionamento do veículo, que são eles:

  1. Falta de resfriamento ou problemas no sistema de refrigeração;
  2. Falta de lubrificação ou má lubrificação.

Como o propulsor trabalha em altas temperaturas, ele já atua em condições quase extremas de alto estresse, devido a isso é essencial que tudo o que seja relacionado a refrigeração do motor esteja ok.

Mas também existem outros motivos que podem fazer um motor superaquecer, confira quais são eles:

  • Nível do líquido de arrefecimento abaixo do nível ou o reservatório vazio;
  • Problemas na ventoinha;
  • Problemas na correia dentada;
  • Defeito na válvula termostática;
  • Defeito na bomba d’água;
  • Nível do óleo do motor baixo ou óleo velho e até mesmo falta;
  • Possível vazamento nas mangueiras do sistema de refrigeração;
  • Radiador danificado;
  • Possíveis falhas no sistema de injeção eletrônica.

Indícios de superaquecimento:

Agora que já sabe o que pode provocar o superaquecimento do motor de um veículo, é importante ficar atento aos indícios que o carro pode dar antes que isso venha à acontecer, é importante ficar ligado nesses sinais para poder tomar providências o quanto antes.

Sem falar que fazer manutenções preventivas são fundamentais para evitar problemas e transtornos de qualquer tipo.

Um dos indícios que o motor está sofrendo com temperaturas altas além do suportado é a presença de fumaça saindo debaixo do capô, tenha em mente que esse sinal pode parecer bobo, pois o óleo derramado sobre o motor durante uma troca por exemplo também tem essa característica.

Mas caso note algo parecido, pare o carro e chame um mecânico de confiança imediatamente.

Outra maneira de saber se o carro está aquecendo além do normal é sempre ficar atento às luzes do painel, praticamente todos os veículos que rodam hoje em dia já contam com o sistema de luzes no painel que indicam várias coisas, uma delas é a luz da temperatura, outra por exemplo é a luz da injeção eletrônica no caso do carro possuir essa tecnologia, luz do óleo entre outras.

Então caso a luz da temperatura estiver acesa, esse é um indício que o motor está mais quente que o normal, e nesse caso o recomendado também é procurar um mecânico.

E não podemos deixar de mencionar quando o ar condicionado não gela mais, e começa a soltar um ar quente que não é normal, esse também pode ser outro indício que prováveis danos futuros estão por vir devido as altas temperaturas exercidas no propulsor do veículo.

Consequências causadas pelo superaquecimento do motor:

Um dos primeiros problemas caso o seu propulsor superaqueça é a possível queima da junta do cabeçote, onde a mesma não suporta o calor que por sua vez está muito alto, e quando essa junta é queimada ela se rompe e acaba comprometendo o funcionamento e o desempenho do motor.

Saiba que o cabeçote é o responsável pela entrada e saída de combustível e de gases, sem falar que ele é o responsável pelo formato da câmara de combustão. E seu custo caso necessite ser substituído pode custar bem caro dependendo do modelo do carro.

Mas se o motor fundir e vier a derreter peças, saiba que terá problemas sérios e muitos gastos, e isso pode acontecer se por ventura o condutor do veículo insistir em rodar com ele superaquecido.

Peças como pistões, anéis, bielas, selos, mangueiras entre outras podem ser derretidas, onde muitas vezes nem a retífica resolverá. Assim sendo somente um motor novo resolverá o problema, e como sabe seu preço é bastante salgado.

Como fazer para evitar o superaquecimento do motor do carro?

Como já citado anteriormente a melhor forma de evitar que o seu motor superaqueça e venha a fundir é cuidar dele fazendo revisões regulares.

Isso irá garantir sempre um bom funcionamento, melhor desempenho, sem falar no aumento da vida útil do automóvel, suas peças e componentes.

Por isso é importante sempre verificar o nível do reservatório e a sua tampa, fazer uso de algum aditivo recomendado pelo fabricante do seu modelo juntamente com o líquido refrigerante, verificar também a válvula termostática, ficar sempre de olho nas mangueiras, pois elas podem ressacar com o tempo e precisam ser trocadas, cuidar do seu radiador, sempre verifique se o eletroventilador está funcionando bem, e não esqueça da bomba d’água. Isso com toda certeza evitará que seu motor esquente demais e venha se fundir.

E uma dica simples, mas não menos importante, é que se perceber que seu carro está esquentando enquanto dirige, pare imediatamente e desligue o motor do carro, não faça nada e chame um mecânico de sua confiança. Muitos acidentes como queimaduras podem acontecer caso você tente mexer no motor com ele quente.